Sobre o Curso

A formação do Assistente Social é de caráter generalista e investigativo, podendo instrumentalizar o profissional a identificar as demandas da questão social, enfrentando os desafios profissionais e sociais que se apresentam na sociedade atual, com uma visão multicultural, desenvolvendo habilidades de ações para trabalhar com pessoas, grupos sociais, comunidades, instituições, compreendendo suas motivações, necessidades, atitudes e comportamentos de forma integral. A proposta específica para o Curso de Bacharelado em Serviço Social do INTA sustenta-se em três núcleos de fundamentação da formação profissional: Núcleo de Fundamentos Teórico-Metodológicos da Vida Social, Núcleo de Fundamentos da Formação Sócio Histórica da Sociedade Brasileira e o Núcleo de Fundamentos do Trabalho Profissional. Estes núcleos englobam conteúdos necessários para formação de competências e habilidades que se especificam em disciplinas, seminários temáticos, oficinas, atividades complementares e outros componentes curriculares. Portanto, a materialização dos princípios, finalidades e a lógica da proposta do curso, ocorrem através dos componentes curriculares fundamentados nas três dimensões da formação profissional: Teórico-Metodológica, Técnico-Operativo e Ético – Política

 

Objetivos

São objetivos do curso de graduação em Serviço Social – Bacharelado: Formar Assistentes Sociais  com  uma  sólida  base  teórico-metodológica  que  os habilite  a  compreender  e  intervir  nos  processos  sociais  que  tecem  o  cenário  da sociedade brasileira; Formar Assistentes Sociais capacitados para produção de conhecimentos científicos relacionados com as problemáticas teórico-metodológica do serviço social; -Formar  profissionais  com  excelência  referencial  na  área,  responsabilidade  social  e compromisso com a cidadania; –  Formar  assistentes  sociais  capazes  de  uma  atuação   interdisciplinar  qualificada, eficiente e competente na interface das políticas públicas.

 

O Profissional

O curso de Serviço Social das faculdades INTA pretende formar profissionais capazes de inserir-se nos diferentes espaços sócios-funcionais e executar suas atribuições profissionais, com competência teórica, técnica, ética e política, através de uma percepção crítica, inovadora e propositiva para atuar nas questões sociais, com capacidade de investigação, análise e interpretação dos diversos indicadores que constituem a realidade socioeconômica, política e cultural, manejando adequadamente seus instrumentos operativos, de modo a produzir alterações qualitativas nas interações sociais de seus usuários.

 

Áreas de Atuação

O profissional de Serviço Social realiza um trabalho essencialmente socioeducativo e está qualificado para atuar nas diversas áreas ligadas à condução das políticas sociais públicas e privadas, tais como planejamento, organização, execução, avaliação, gestão, pesquisa e assessoria. O seu trabalho tem como principal objetivo responder às demandas dos usuários dos serviços prestados, garantindo o acesso aos direitos assegurados na Constituição Federal de 1988 e na legislação complementar. Para isso, o assistente social utiliza vários instrumentos de trabalho, como entrevistas, análises sociais, relatórios, levantamento de recursos, encaminhamentos, visitas domiciliares, dinâmicas de grupo, pareceres sociais, contatos institucionais, entre outros.

 

Habilidades e Competências

A formação profissional deve viabilizar uma capacitação teórico-metodológica e ético política, como requisito fundamental para o exercício de atividades técnico-operativas, com vistas à apreensão crítica dos processos sociais numa perspectiva de totalidade; Análise do movimento histórico da sociedade brasileira, apreendendo as particularidades do desenvolvimento do capitalismo no país; Compreensão do significado social da profissão e de seu desenvolvimento sócio-histórico, nos cenários internacional e nacional, desvelando as possibilidades de ação contidas na realidade; Identificação das demandas presentes na sociedade, visando formular respostas profissionais para o enfrentamento da questão social, considerando as novas articulações entre o público e o privado. Estes elementos estão em consonância com as determinações da Lei n.8662, de 7 de junho de 1993, que regulamenta a profissão de assistente social e estabelece as seguintes competências e habilidades técnico-operativas: – Formular e executar políticas sociais em órgãos da administração pública, empresas e organizações da sociedade civil; – Elaborar, executar e avaliar planos, programas e projetos na área social; – Contribuir para a viabilizar a participação dos usuários nas decisões institucionais; – Planejar, organizar e administrar benefícios e se rviços sociais; – Realizar pesquisas que subsidiem formulação de políticas e ações profissionais; – Prestar assessoria e consultoria a órgãos da administração pública, empresas privadas e movimentos sociais em matéria relacionada às políticas sociais e à garantia dos direitos civis, políticos e sociais da coletividade; Orientar a população na identificação de recursos para atendimento e defesa de seus direitos;- Realizar estudos sócio-econômicos para identificação de demandas e necessidades sociais; Realizar visitas, perícias técnicas, laudos, informações e pareceres sobre matéria de Serviço Social; – Exercer funções de direção em organizações públicas e privadas na área de serviço social; – Assumir o magistério de Serviço Social e coordenar cursos e unidades de ensino; – Supervisionar diretamente estagiários de Serviço Social.

 

Perfil do Egresso

O perfil do egresso do Bacharel em Serviço Social conta com profissional que atua nas expressões da questão social formulando, implementando e avaliando propostas de intervenção para seu enfrentamento por meio de políticas sociais, políticas públicas, dos movimentos sociais e das organizações do terceiro setor; profissional dotado de formação intelectual e cultural generalista crítica; profissional comprometido com os valores e princípios norteadores do Código de Ética do Assistente Social.

 

Mercado de Trabalho

Para atuar no mercado, é necessário possuir curso superior de Serviço Social e estar registrado no Conselho Regional de Serviço Social (Cress). O mercado para esta profissão é diversificado. O profissional tem sido solicitado principalmente em orgãos públicos, mas também está presente em escolas, empresas, ONGs, hospitais, varas da infância e da juventude, abrigos, associações e consultorias. De acordo com o Conselho Federal de Serviço Social (CEFSS), a demanda por profissionais está crescendo e a área que registra maior crescimento é a de saúde, seguida da área de políticas de assistência social.

Serviço Social
Informações
Duração: 4 anos e 6 meses
Tipo de curso: Bacharelado
Modalidade: Presencial
Grade e corpo docente: Visualizar
Matriz curricular: Download
Ementário das disciplinas: Download
Manual de estágio: Download
Conceito Enade: 3
Conceito Preliminar de Curso (CPC): 3
Conceito de Curso (CC): 4

Coordenação do Curso